Notícias

Lula também esqueceu que chama o PMDB de golpista e se alia a Renan

14/05/2015- Brasília- DF, Brasil – Presidente do senado Renan Calheiros (PMDB-AL) recebe o ex presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva na residência oficial do presidente do senado. Participam: senador Delcídio Amaral (PT-MS); senador Edison Lobão (PMDB-MA); ex presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva; presidente do Senado Federal, senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

Claro, buscam mais uma forma de contornar o impeachment de Dilma Rousseff

Não foi só a recusa ao assinar a urgência que minaria a força que Eduardo Cunha ainda tem junto à Câmara. Acuado por todo tipo de investigação, o PT adoraria ter de volta o PMDB ao lado. E Lula dá o primeiro passo mais descarado na direção de Renan Calheiros, o último peemedebista a abandonar o barco.

Não que todos tenham abandonado. Roberto Requião e Kátia Abreu que o digam.

Lula quer a ajuda de Renan Calheiros para convencer Dilma de uma maluquice: ela seria absolvida no julgamento do impeachment desde que defendesse a convocação de um plebiscito sobre novas eleições. Porque o PT quer novas eleições? Não. Porque o PT quer enfraquecer via plebiscito a ideia de antecipação de novas eleições que o próprio PT vem defendendo.

Entendeu?

Enfim. É uma canalhice.

Mais Lidas

To Top