Notícias

Mais TCU: tribunal agora aponta irregularidades no “Campus do Cérebro” de Miguel Nicolelis

Foto: UnB Agência

Cientista foi responsável pelo polêmico “exoesqueleto” que abriu a Copa do Mundo 2014.

Não é tarefa fácil defender um cientista quando suas atitudes parecem fruto da paixão em vez da razão. E só um ufanismo muito ingênuo explica o apreço de Miguel Nicolelis para com Santos Dumont, um personagem quase folclórico que só brasileiros costumam reverenciar. Quanto ao petismo do pesquisador, fica mais fácil compreender, vide os R$ 250 milhões que recebeu para transformar em tijolo e concreto o seu sonhado “Campus do Cérebro”.

Mas, como tudo que se dá ao petismo, surgem oficialmente as primeiras irregularidades. E veio pelo TCU, tribunal que andou conferindo derrotas ao PT ao longo da semana. O corpo técnico da sigla se preocupou com vários problemas na execução do projeto do palmeirense: não há o que justifique a escolha de Nicolelis para o projeto; há risco de eventuais patentes geradas (e de verbas excedentes) findarem no exterior; além de um descontrole geral dos recursos geridos.

O receio dos técnicos do TCU é que tudo finde num enorme elefante branco no interior do Rio Grande do Norte. E cogitam cortar a verba graças às “irregularidades graves” que encontraram.

Foto: UnB Agência

Leia também | Não foram só pedaladas fiscais: o TCU descobre novos crimes cometidos por Dilma em 2015

To Top