Notícias

Mais uma escola “ocupada” é depredada em SP

E, novamente, foi um colégio de Osasco/SP, desta vez a E.E. Francisca Lisboa Peralta.

A essa altura, todos já estamos cientes e conscientes de que tal movimento de “ocupação” não demanda por melhorias no ensino nem nada do tipo. É um movimento puramente partidário, com objetivos eleitorais, que usa estudantes inocentes como massa-de-manobra-mirim. Apenas isso.

Alguns podem dizer que “é do jogo”, mas ainda assim não é admissível a depredação de escolas. Já houve um caso relatado, fartamente documentado, e agora aparece outro, a E.E. Francisca Lisboa Peralta, em Osasco. Sim, novamente uma escola da periferia, prejudicando os estudantes de baixa renda que dela dependem. Aliás, quantos outras escolas não foram também destruídos? Pois é…

Escola Depredada - Francisca Lisboa Peralta 01 Escola Depredada - Francisca Lisboa Peralta 02

Recentemente, o governador Geraldo Alckmin recuou do decreto da reorganização das escolas, revogando-o no Diário Oficial. Ainda assim, “lideranças” do tal movimento não querem recuar. Por quê? Ora, porque não estão nem aí para escolas, ensino ou educação. Querem tumultuar, já que esse tumulto ajuda seu partido nas eleições – ou, vá lá, prejudica o adversário.

É apenas isso. E a depredação das escolas se soma aos tantos fatores que comprovam tal constatação.

Mais Lidas

To Top