Notícias

Mais uma meta que Dilma deve dobrar: o déficit pode chegar a R$ 103 bilhões

Foto: Agência Brasília

O governo ainda conta com o incerto leilão das hidrelétricas, além de seguir ignorando a sinalização do TCU para a quitação das pedaladas fiscais.

A diferença entre o que o governo arrecada e gasta já está negativa em R$ 51,8 bilhões. Mas o buraco pode – e deve – ser bem mais embaixo. Porque a equipe econômica de Dilma segue contando com o leilão das hidrelétricas, que tem tudo para ser adiado mais uma vez. E porque o TCU deve exigir a quitação das pedaladas fiscais. Neste novo cenário, o rombo dobra a meta previamente prometida, chegando a R$ 103 bilhões.

Foto: Agência Brasília

Foto: Agência Brasília

Notícias Recentes

To Top