Notícias

Mesmo com país em crise, ministros de Dilma usam agenda de trabalho para fazer campanha

O jornal O Globo apurou que Paulo Bernardo e Aloizio Mercadante, entre outros, estariam fazendo tarefas partidárias e eleitorais como se fossem compromissos de governo.

Do Globo:

dilmaeletrobrasAlguns ministros estão usando o horário de trabalho para promover ações em seu reduto eleitoral. A justificativa usada por eles, que negam que estejam praticando alguma irregularidade, é que ministro não tem horário definido de trabalho. Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), ministro da Previdência Social, é um dos mais ativos cabos eleitorais de Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), seu primo e presidênte da Câmara. Além de Henrique, Garibaldi também se dedica a eleger seu filho, Walter Pereira Alves, também do PMDB, para a Câmara.

Outro que anda bem ocupado é o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, marido de Gleisi Hoffmann (PT), candidata ao governo do Paraná. Ele já esteve em três ocasiões em Curitiba, sem ter a agenda dessas datas divulgada.

To Top