Notícias

Ministério da Fazenda diz que “CPMF é imposto pequenininho” e “não bate na inflação”

Porque o governo segue apostando na desinformação da população.

Porque o governo segue apostando na desinformação da população. O exemplo dado por Joaquim Levy é o mesmo difundido nas redes sociais, como se a CPMF fosse paga uma única vez e não contaminasse todo o fluxo desde o produtor até o consumidor final. Uma década atrás, calculava-se que, com a alíquota de 0,38%, este imposto chegava ao comprador pesando uns 2% a mais no orçamento. A proposta feita por Dilma é de 0,2%, mas no mesmo dia, a presidente articulou-se com os governadores para que tentem emplacar junto aos parlamentares um valor mais alto – justamente os 0,38%.

Joaquim Levy - Dilma Rousseff

Leia também | Confiram a confusão no momento em que o impeachment teve o pontapé inicial na Câmara

Para mais informações:
‘CPMF é imposto pequenininho’ e ‘não bate na inflação’, diz Levy

Mais Lidas

To Top