Notícias

Ministro da Justiça nomeado por Dilma tenta em novo regimento domar a Polícia Federal

Eugênio Aragão. Screenshot: YouTube.

Sorte do Brasil que os dias dele no cargo estão contados.

São mudanças sutis que juridicamente reduzem as liberdades da Polícia Federal. Em vez de “departamento”, há agora apenas menção a “Polícia Federal“. Onde havia “órgão permanente“, figura agora “órgão permanente de Estado“. A expressão “estruturado em carreira” foi alterada para “organizado e mantido pela União“. Por fim, e mais gritante, onde estava escrito “subordinada ao Ministro de Estado“, há agora “integrante da estrutura básica do Ministério da Justiça“, o mesmo Ministério da Justiça aos cuidados de Eugênio Aragão.

Aragão é o mesmo que prometia que, havendo “cheiro de vazamento“, mesmo sem provas, partiria com tudo para cima da Lava Jato. O mesmo Aragão citado por Lula em grampo capturado legalmente pela operação.

Sorte do Brasil que os dias dele no cargo estão contados.

Mais Lidas

To Top