Notícias

Ministro do Gabinete de Segurança acerta: não são manifestantes, são “vândalos e criminosos”

Ele está correto.

Foto: Paulo Whitaker / Reuters

Indagado acerca da possibilidade de diálogo com os terroristas que perpetraram os atos em Brasília, o Ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, respondeu o seguinte:

“Não chamo de grupos radicais, chamo de vândalos e criminosos, é um pouco diferente de grupos radicais. Os radicais, considerando o português apropriado, são pessoas com quem se pode conversar. [os que atacaram Brasília] Não são pessoas com quem se possa conversar. São posições criminosas”

Ele está correto. Diálogo é uma instância razoável desde que as partes estejam dispostas a dialogar. Não há conversa com quem incendeia prédio público, quebra pontos de ônibus, ateia fogo em banheiros químicos, joga bombas caseiras etc.

Fonte: Folha de SP

To Top