Notícias

Não foram só pedaladas fiscais: o TCU descobre novos crimes cometidos por Dilma em 2015

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Caso as pedaladas sejam ignoradas pelo Congresso, este argumento funcionaria como plano B. Ou, até mesmo, plano A.

E já há, inclusive, uma nova representação do procurador Júlio Marcelo de Oliveira junto ao TCU. O Antagonista teve acesso exclusivo. Ela trata de 6 decretos autorizando, em desacordo com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, créditos suplementares ao Orçamento da União antes de qualquer autorização por parte do Congresso. Eles só poderiam ser autorizados após a comprovação de que o Tesouro seria capaz de suportá-los. Com isso, Dilma repetiu erros já rejeitados pelo TCU em 2014. Isso é crime e justifica o impeachment por si só.

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Leia também | Antes de tentar sabotar o impeachment, Lula teria tentado tentado o mesmo com a Lava Jato

To Top