Notícias

O clima olímpico é tão minguado que o Rio de Janeiro lidera a queda no preço dos imóveis

Ainda assim, continua sendo a cidade mais cara do Brasil

Eventos que atraem a atenção do mundo para uma determinada região costumam aquecer o mercado imobiliário gerando uma inflação assustadora. Mas os Jogos Olímpicos não conseguiram afetar o Rio de Janeiro, que, mesmo sediando a competição que mais atrai  a atenção do planeta, lidera ranking de queda de preços.

O índice é calculado pela FIPE/ZAP em cima de 20 municípios. No primeiro semestre de 2016, os imóveis cariocas enfrentaram deflação de 1,82%, rendendo à capital fluminense, com o perdão do trocadilho, a medalha de ouro.

No geral, os preços no Brasil sofreram uma ínfima baixa de 0,09% nos últimos 12 meses. Mas, ao se considerar que a inflação do último ano chegou a 8,62%, o metro quadrado no país sofreu queda real de 8,01%.

Ainda assim, a sede olímpica continua dona do metro quadrado mais caro da nação: R$ 10,2 mil, contra R$ 8,6 mil, de São Paulo.

Mais Lidas

To Top