Notícias

O diário secreto do líder do governo Dilma preso na Lava Jato

O senador Delcído Amaral (PT/MS) guarda um diário da época em que presidiu a CPI Mista dos Correios, responsável por investigar o escândalo do Mensalão.

O mundo político dá muitas voltas e algumas delas são curiosas. O líder do governo Dilma no Senado, Delcídio Amaral (PT/MS), foi preso na Operação Lava Jato. Em princípio, cogitou-se pedir sua expulsão, mas rapidamente mudaram de ideia. Por quê? As explicações seriam mais no sentido de que, se fosse assim, sobrariam poucos líderes no partido.

Mas agora surge outro dado interessante: o agora presidiário Delcídio mantém uma série de gravações em audio nas quais fez uma espécie de diário da época da CPMI dos Correios, que investigou o escândalo do Mensalão. Obviamente, material bombástico e, também obviamente, o PT não tem o menor interesse de que isso venha a público.

Delcidio Amaral - Comicio

O Implicante, porém, torce para que tudo seja divulgado. Vamos lá, Delcídio! Conta tudo! Divulga o diário!**

To Top