Notícias

O mais novo partido já não é o Novo, é o Rede de Marina Silva

A nova sigla é o 34º partido em ação no Brasil e já poderá concorrer nas eleições de 2016.

Demorou, mas saiu. E se tornou o 34º partido em ação no Brasil. Por medo do fenômeno Marina, o governo Dilma manobrou em 2013 para evitar que a terceira colocada nas eleições de 2010 conseguisse montar um partido próprio já para a campanha de 2014. O que a presidente não contava era com a morte prematura de Eduardo Campos, abrindo espaço para a família Silva tentar voltar à presidência, dessa vez por fora do PT. O problema é que a acreana findou não tendo forças diante do marketing sujo petista e nem ao segundo turno conseguiu ir. Para 2018, ironicamente Marina segue mineirinha e comendo quieto. O risco é, quando a fumaça baixar, ela soar uma voz sensata em meio a uma gritaria de loucos.

TSE aprova criação da Rede Sustentabilidade de Marina Silva

Leia também | Negativa do PMDB não durou 24h: partido entregou lista com sete nomes para ministérios de Dilma

Para mais informações:
TSE aprova criação da Rede Sustentabilidade de Marina Silva

To Top