Notícias

O PT esquecerá de pedir a cabeça dele: delator diz que Renan recebeu R$ 6 milhões em propina

Eduardo cunha, Renan Calheiros. Foto: Pedro França

Só um gigantesco rabo preso com o Petrolão explica o receio do peemedebista de deixar o PT no passado.

Aos poucos fica claro o motivo de Renan Calheiros ainda se portar como um ferrenho defensor do governo Dilma. Nestor Cerveró disse a Sérgio Moro que o presidente do Senado recebeu R$ 6 milhões em propina por meio do lobista Jorge Luz. A grana teria saído de um contrato de afretamento do navio-sonda Petrobrás 10.000, ainda em 2006. Como o senador possui foro privilegiado, o juiz pediu para o delator se ater apenas aos envolvidos sem prerrogativa de foro.

Mesmo com Dilma derrotada no impeachment, o peemedebista vem se mostrando hesitante em seguir o padrão adotado pelo próprio partido e dar o governo petista como encerrado. Sempre escorregadio, deixa a entender que o processo de impedimento da presidente vai se arrastar até setembro, quando todo o trâmite semelhante no governo Collor não durou dois meses.

Renan Calheiros - Dilma Rousseff

Só um rabo preso de tamanho recorde explica o receio de Calheiros em se alinhar com o próprio partido.

To Top