Notícias

Olimpíadas: Rio aumenta gastos e Tóquio economiza

País rico não desperdiça dinheiro.

Toquio - Olimpíadas

Esse é um daqueles casos aparentemente pouco relevantes, mas que servem para demonstrar todo um estado de coisas. O Japão, país rico e desenvolvido, não desperdiça dinheiro, fiscaliza gastos públicos e racionaliza os valores gastos na Olimpíada a ser realizada em Tóquio, em 2020.

Já o Brasil, país com problemas profundos e um histórico deplorável de desvios, além de necessidades extremas, crise econômica galopante e população vivendo à beira de esgotos abertos, aumenta os gastos com a competição a ser realizada no Rio no ano que vem.

Vergonhoso, para dizer o mínimo. Segue trecho da reportagem do Estadão:

“Enquanto o Rio vai cumprindo sua missão olímpico com aumento em seu orçamento, o Japão, que receberá os Jogos Olímpicos de 2020, aprovou recentemente um plano para reduzir o investimento de construção do principal estádio da competição de Tóquio, depois da oposição pública ao projeto inicial. A revisão, aprovada pelo gabinete governamental, prevê que o custo do estádio será de 155 bilhões de ienes (o equilvalente a R$ 4,57 bilhões), abaixo do plano inicial, de 252 bilhões de ienes (R$ 7,44 bilhões).”

Uma lição de sabedoria de um povo que merece aplauso.

Notícias Recentes

To Top