Notícias

Para Sergio Moro, “apenas a prisão preventiva” foi capaz de encerrar carreiras criminosas

A Lava Jato segue em frente.

Foto: Renato Costa / Estadao Conteudo

Hoje foi deflagrada a Operação Asfixia, fase 40 da Lava Jato, na qual foram presos 3 ex-gerentes da Petrobras. Um dos focos é o uso indevido da Lei de Repatriação do início de 2016, sobre o que falaremos mais tarde.

Agora, vale ressaltar o o seguinte trecho:

“Os elementos probatório, em cognição sumária, são, portanto, no sentido de que se tratam de outros intermediários de propinas em contratos públicos, como os anteriormente identificados Alberto Youssef, Fernando Antônio Falcão Soares, Júlio Gerin de Almeida Camargo e Milton Pascowitch, entre tantos outros identificados no âmbito da assim denominada Operação Lavajato, e que fazem do ilícito e da fraude a sua profissão. Apenas a prisão preventiva foi capaz de encerrar as suas carreiras delitivas, sendo ela aqui também necessária.” (grifamos)

Como se sabe, a 2ª Turma do STF recentemente refutou a prisão preventiva de José Dirceu e isso pode abranger também outros na mesma situação.

A Lava Jato continua, mas agora há novos obstáculos.

Fonte: Estadao - Blog de Fausto Macedo

To Top