Notícias

Fim da picada: Petrobras criou empresas “laranjas” para projeto bilionário

Segundo a ANP, foram criadas empresas de fachada para operar gasoduto.

dilma-e-graça-foster

 

Segundo auditoria sigilosa do TCU, a Petrobras criou empresas de fachada para operar a rede de gasodutos Gasene. O trecho  – que fica na Bahia e já não está mais em operação –  teve os custos superfaturados em 1800%. Os auditores constataram  que a ANP autorizou a construção sem analisar documentos e sem avaliar se o projeto era adequado.

Documentos revelam a estratégia para dar um aspecto de empreedimento privado ao negócio: um contrato de prestação de serviços foi assinado entre a Transportadora Gasene S.A. – constituida pela Petrobrás para tocar as obras – e a Domínio Assessores Ltda, um escritório de contabilidade no Rio de Janeiro. As duas empresas aparecem no contrato com o mesmo endereço – que sublinha que a empresa de contabilidade “concordou em fornecer à contratante um endereço para abrigar sua sede”.

Matéria completa aqui.

To Top