Notícias

Petrobras: oferece a funcionários reajuste abaixo da inflação, quer queimar R$ 70 milhões em reforma para diretores

Ao menos R$ 8,1 milhões já foram gastos só para transferir os escritórios para um endereço temporário enquanto a obra não for concluída.

Reforma em sede da Petrobrás gera descontentamento

Leia também | Crise na Petrobras atinge também seus funcionários: proposta de reajuste veio abaixo da inflação

A quantia está prevista em pré-projeto de obra a ser feita nos dois andares ocupados pela cúpula da estatal. Mas, só com a mudança para que passem a trabalhar num segundo endereço enquanto fariam as marteladas, gastou-se R$ 8,1 milhões. Hoje mesmo, a empresa corre risco de enfrentar uma greve que dificultaria o abastecimento do mercado. O motivo? Propôs aos funcionários um reajuste muito abaixo da inflação acumulada. Até o alto escalão da empresa ficou incomodado com a iniciativa. Tanto que, segundo o Estadão, foi esse um dos motivos que fez Murilo Ferreira, presidente do conselho, abandonar o cargo.

Para mais informações:
Reforma em sede da Petrobrás gera descontentamento

Notícias Recentes

To Top