Notícias

PF pediu indiciamento de Pimentel. PGR negou.

Governador mineiro é investigado por lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos

A Procuradoria Geral da República negou pedido da PF para indiciar o governador de MG, Fernando Pimentel, investigado na Operação Acrônimo. A justificativa foi que o requerimento deve partir de um magistrado, não de um delegado.

Segundo a coluna de Lauro Jardim, após a conclusão do inquérito o caso deve ser remetido para o STJ, onde dificilmente o governador escapará de ser indiciado pelo suposto envolvimento no esquema de lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos que irrigaram sua campanha.

To Top