Notícias

Polícia Federal e Ministério Público investigam obras do “Museu do Lula”

Obra, que já custou R$ 14,4 milhões apenas do Ministério da Cultura, é suspeita de superfaturamento

lula positivoReportagem de Sérgio Roxo publicada neste domingo em “O Globo” informa que até mesmo um museu para homenagear Lula pode ter sido alvo de superfaturamentos. Leiam a introdução da reportagem:

Projetado para homenagear o movimento sindical brasileiro e, como consequência, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Museu do Trabalhador, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, tem a sua construção cercada de suspeitas de irregularidades. Com o prazo de conclusão estourado em mais de dois anos, a obra, bancada com 80% de recursos da União, está sendo investigada pela Polícia Federal (PF) e pelo Ministério Público (MP) e ainda deve custar 30% acima do previsto.

Paralisada há seis meses, a construção, conhecida na cidade como “Museu do Lula”, é hoje um esqueleto de concreto num terreno tomado por mato e entulho, em frente à sede da prefeitura. A indicação da data de início da obra na placa oficial foi pintada. Restou apenas o prazo de nove meses para a entrega do prédio, o que deveria ter ocorrido em janeiro de 2013.

A reportagem informa que o Museu custou até agora R$ 18,8 milhões, o que já é bem mais do que o previsto. A obra foi iniciada na gestão de Luiz Marinho do PT, que já foi investigado por formação de quadrilha e coação (leia aqui), foi citado em processo que levou à condenação de ex-executivo da Volks na Alemanha (leia aqui), viu sua ex-Secretária de Educação ter um pedido de prisão decretado (conheça a história aqui) e foi coordenador da campanha de Dilma para o Estado de São Paulo em 2014.

Notícias Recentes

To Top