Notícias

Por que a balança comercial segue positiva? Porque o Brasil não mais consegue importar

Real | Foto: Adriano Gadini

Tanto exportações quanto importações caíram drasticamente. Mas as importações caíram mais.

Trata-se de um daqueles casos em que o “Deus Mercado” cuidou: a recessão desvalorizou o real perante moedas estrangeiras, principalmente o dólar. Ao ponto de o mercado nacional já não ter mais a mesma capacidade de importação. Como a balança comercial relaciona importações e exportações, a brasileira vem apresentando seguidos e bons resultados como o saldo de US$ de 2 bilhões acumulado em outubro.

Foto: Adriano Gadini

Real | Foto: Adriano Gadini

Ao todo, as exportações recuaram 15,2%, mas o saldo segue positivo porque as importações recuaram ainda mais: 22,4%. Míriam Leitão explica que a expectativa para 2016 é de se dobrar os US$ 15 bilhões previstos para 2015. Mas não seria necessariamente um cenário para se comemorar, até mesmo pelo comparativo entre o que se exporta (matéria prima) e o que se deixa de importar (produtos manufaturados). E, com certeza, não se trata de um fator para negar a crise. Pelo contrário, funciona como um que a confirma ainda mais.

Mais Lidas

To Top