Notícias

Projeto do PSDB quer acabar com obrigatoriedade do imposto sindical

Por que o trabalhador deveria ser obrigado a pagar esse engodo?

Apesar de a eleição ter ocorrido em 2014, por ser o quarto suplente, Paulo Eduardo Martins só virou deputado federal em março de 2016. Mas um dos poucos liberais assumidos do parlamento brasileiro já promete mexer em vespeiros mesmo nos primeiros meses de trabalho. E pretende botar o PSDB para trabalhar pelo fim da obrigatoriedade do imposto sindical.

Martins não defende nada diferente do óbvio: o financiamento de qualquer sindicato deveria ser uma opção do trabalhador, não uma obrigação em lei. Principalmente porque as centrais sindicais tantas vezes defendem interesses distintos dos profissionais que são obrigados a recolher a contribuição.

Se a pauta caminhar, e não será nada fácil, a esquerda brasileira basicamente deixará de existir, uma vez que se financia ocupando coletivos que dizem representar as mais variadas categorias. Que a pauta caminhe, então.

To Top