Notícias

PT minimiza prisão de Renato Duque, ex-diretor da Petrobras

O partido também não vê motivo para o afastamento do tesoureiro João Vaccari Neto, apontado como sendo operador do PT no esquema de desvio de dinheiro de obras da Petrobras.

Do Globo:

Foto: MARCOS D'PAULA/AGENCIA ESTADO/AE

Dirigentes do PT tentaram passar um clima de normalidade na sexta-feira (14), mesmo com a prisão de Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras, e do pedido de prisão de Marice Corrêa de Lima, cunhada de João Vaccari Neto. A posição do petistas agora é de espera, na expectativa do que vem pela frente. O discurso do partido é que não há motivo para o afastamento de Vaccari, apontado como sendo operador do PT no esquema de desvio de dinheiro de obras da Petrobras, sendo o responsável por recolher para o partido a propina paga à diretoria de Serviços, de 3% do valor dos negócios.

Mais Lidas

To Top