Notícias

Queda de 11% na produção industrial prenuncia um natal complicado em 2015

Foto: Jeff Weese

Essa foi a décima nona queda mensal consecutiva na comparação anual.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, a produção industrial brasileira despencou em setembro de 2015 nada menos que 10,9%. Trata-se da 19ª queda consecutiva quando compara-se o mês finalizado pelo IBGE com o ano anterior. André Macedo, economista do instituto, acendeu o alerta:

“Normalmente há uma trajetória positiva em setembro e outubro para atender às encomendas de fim de ano, mas não conseguimos enxergar isso este ano por conta da conjuntura ruim.”

Foto: Jeff Weese

Foto: Jeff Weese

O segundo semestre quase sempre é melhor que o primeiro para economia brasileira por causa das festas de fim de ano. A não ocorrência de curva ascendente já em agosto ou setembro serve de alerta a um natal aquém das expectativas do comércio, da indústria, do mercado como um todo e – por que não? – das famílias brasileiras. Com a sociedade altamente endividada, não será estranho caso o 13º sirva exclusivamente para a quitação de prestações em atraso.

To Top