Notícias

Quem é golpista? Deputados pró-Dilma QUEBRARAM URNAS na Câmara!

Os militantes gostam de falar em “golpe”, mas esse é o apreço deles à Democracia.

Como todos sabemos, embora certa turminha prefira fazer de conta que não por pura má-fé, o impeachment é procedimento constitucional. Não é nem nunca foi golpe. O de Dilma Rousseff foi pedido porque ela infringiu a Lei de Responsabilidade Fiscal – fato confirmado até mesmo pelo TCU – com as tais “pedaladas”. O Presidente da Câmara acatou o pedido – o que de fato deveria fazer – e instituiu a abertura de Comissão Especial.

Desse modo, duas chapas concorreram para compor tal comissão: a “chapa branca”, formada por governistas e defensores de Dilma, e uma chapa independente, formada por deputados pró-impeachment. Pois quem venceu foi a oposição e, no curso desse processo de votos, deputados governistas QUEBRARAM URNAS. Sim, isso mesmo: QUEBRARAM URNAS.

E nem teria como negar, pois o portal G1 flagrou a cena e, ao registrar em vídeo, um assessor do deputado petista que quebrava a urna tentou arrancar o celular da mão da repórter.

Impeachment - Dilma Rousseff - Cenas Lamentáveis

Isso sim é golpe. Isso sim é autoritarismo. Isso sim é ditadura. A esquerda odeia a democracia.

Mais Lidas

To Top