Notícias

Refinaria de Pasadena pode ter sido alvo de suborno

Um ex-funcionário da Petrobras revelou em depoimento detalhes de um esquema da estatal com a belga Astra Oil.

Do Globo:

pasadena_i-139935-e1396624817160

Um funcionário de carreira da Petrobras revelou, em depoimento à Polícia Federal, detalhes de um esquema de corrupção que pode explicar o fim da parceria entre a empresa e a belga Astra Oil. O rompimento obrigou a Petrobras a comprar a parte que cabia à empresa belga na refinaria de Pasadena, causando um prejuízo de US$ 792 milhões. A relação entre as empresas teria estremecido depois que o engenheiro José Raimundo Brandão Pereira, indicado pelo ministro Edison Lobão (PMDB), teria mandando a Houston um emissário para propor o superfaturamento nos contratos de aluguel de navio e a apropriação de uma taxa de 1,25%, conhecida como “address comission”, para alimentar o esquema de corrupção.

Mais Lidas

To Top