Notícias

Relatório da CPI dos fundos de pensão aponta rombo de R$ 113,5 bilhões

Este é o saldo da incompetência e corrupção com as pensões de funcionários de estatais nos últimos 5 anos

 

O relatório final da CPI dos fundos de pensão aponta perdas acumuladas de R$ 113,5 bilhões nos quatro maiores fundos do Brasil – Postalis (dos funcionários dos Correios); Petros (Petrobras); Funcef (Caixa Econômica Federal) e Previ (Banco do Brasil). Entre incompetência e corrupção, as empresas e funcionários terão de repor um rombo de R$ 58 bilhões.

A CPI pede que o Ministério Público entre com ações para tentar resarcir o prejuízo causado pelos administradores indicados pelo governo petista.

To Top