Notícias

Residencial usado como exemplo por Dilma na TV já tem mofo, rachadura e infiltração

Notícia de Edna Simão para O Estado de S.Paulo:

A entrega de moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida com problemas de infiltração, mofo e rachaduras fez com que a Caixa Econômica Federal adotasse regras mais restritivas na liberação de financiamento de imóveis construídos pelos intitulados “novos empreiteiros” – pessoa física que compra terreno com o próprio dinheiro para construir moradias no âmbito do principal programa habitacional do governo.

A partir de julho, se os problemas persistirem, o banco público pode optar ainda por regras diferenciadas de acordo com a região ou o porte do município. A preocupação do governo é de que empreendimentos de má qualidade se tornem no futuro uma grande favela.

(…)

Exemplo

A falta de qualidade nas construções também pode ser encontrada em grandes empreendimentos feitos para a população com renda de até R$ 1.395. No primeiro conjunto entregue do Minha Casa, Minha Vida para esse público – o Residencial Nova Conceição, em Feira de Santana (BA) – os moradores reclamaram do aparecimento de infiltrações seis meses depois de receberem o empreendimento. Esse residencial foi usado como exemplo na campanha eleitoral da presidente Dilma Rousseff.

A íntegra da reportagem pode ser lida aqui.

 

Comentário:

Abaixo o “exemplo” usado por Dilma durante a campanha eleitoral:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=a1vbGYTVgjg[/youtube]

Antes que venham com a velha ladainha do “esse pessoal não tinha nada e foi beneficiado pelo único governo que olha pros menos favorecidos” uma consideração: o governo não dá nada pra ninguém, esqueçam. De uma forma ou de outra, nós sempre pagamos a conta. A obrigação do governo é gerenciar os recursos que damos através dos impostos. É óbvio, eu sei, mas alguns comentários que nos chegam evidenciam que até o básico não é assimilado.
No caso específico desse programa, os moradores estão pagando pelo empreendimento. O que é justo, assim como é justo também que recebam um imóvel com o mínimo de decência que o recurso pode prover. Tirar um cidadão do aluguel e transferí-lo pra um casebre com infiltração não dá.

 

Notícias Recentes

To Top