Notícias

Lava Jato: Odebrecht tinha “setor da propina”

E isso teria acontecido mesmo depois da prisão de Marcelo Odebrecht.

As empresas grandes, e mesmo as de médio porte, costumam ter um departamento exclusivo para o pagamento de contas e despesas, popularmente conhecido como “Contas a Pagar”. Já a Odebrecht, segundo a Lava Jato, teria também um outro, o “Propinas a Pagar” – ou, a rigor do denunciado, “Propinas a Esconder”.

Enquanto bancos e grandes corporações instituem equipes para a realização de fiscalização, auditoria e “compliance” (observação ao seguimento de regras éticas), a referida construtora possuía equipe com a finalidade específica de ocultar os pagamentos a agentes públicos.

Hoje, foi revelado um calhamaço, repleto de planilhas, com nomes de 200 políticos e valores que teriam recebido da construtora. Algumas doações seriam legais, vale frisar, e é importante que os investigadores separem o joio do trigo.

Odebrecht

Tudo isso foi desnutado pela Operação Xepa, a 26ª fase da Lava Jato.

To Top