Notícias

Sem suspensão: Conselho de Ética apenas adverte Jean Wyllys por cuspir em Jair Bolsonaro

Na prática, uma “chamada”.

Todos devem se lembrar do momento um tanto atípico de nossa história, até porque foi num dia pra lá de atípico: em plena votação do impeachment, Jean Wyllys (PSOL/RJ) cuspiu em Jair Bolsonaro (PSC/RJ). Várias versões sugriram: numa, ele teria sido provocado; noutra, seria uma resposta à menção de Brilhante Ustra no voto do colega.

Chegou-se a fazer verdadeira BALÍSTICA da coisa, com gente argumentando que a cusparada, afinal, teria destino diverso (algum infeliz desavisado teria recebido o carinho).

Pois o caso foi para o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, e o psolista poderia ser mesmo suspendido. Acabou que a pena foi apenas de advertência. Algo como levar uma bronca e pronto.

Segue o jogo.

Mais Lidas

To Top