Notícias

Sete Brasil também foi alvo de corrupção, segundo delação de Barusco

O projeto levava 1% de cada estaleiro contratado para a construção de sondas para exploração do pré-sal.

barusco

Conforme noticiou o Globo, Pedro Barusco afirmou na delação premiada que a Sete Brasil, que é um dos projetos para explorar o pré-sal, também foi alvo de corrupção. O valor da propina chegou a 1% do valor do contrato com cada um dos estaleiros. Estes pagavam para os funcionários da Petrobras, da Sete Brasil e para João Vaccari Neto, o tesoureiro do PT. Barusco, que além de gerente da Petrobras foi diretor da Sete Brasil, explicou que a proprina era paga periodicamente e era sobre o faturamento.

A Sete Brasil foi criada em 2011 para contruir 29 sondas com o objetivo de explorar o pre-sal. Para isso foram contratados 5 estaleiros (dois sequer existiam antes disso, foram costruidos especialmente para a fabricação dessas sondas, que tem o custo estimado em US$720 milhões, cada).

To Top