Notícias

STF ignora apelação bizarra e mantém Marcelo Odebrecht preso

Foto: World Steel

Empreiteiro queria mesmo benefícios de Alexandrino Alencar, o amigo hoje renegado por Lula.

É de se estranhar a bizarrice de algumas iniciativas da defesa de Marcelo Odebrecht. Essa semana, chamou atenção o desespero do pedido de habeas corpus feitos por seus advogados. Diziam nele: “O requerente pede socorro! A higidez do sistema pede socorro! O Estado Democrático de Direito pede socorro! Os Direitos Humanos pedem socorro! E do Supremo Tribunal Federal espera-se a concessão de habeas corpus de ofício, no ponto, para cassar-se o terceiro teratológico decreto de prisão preventiva.” Mas a estratégia, se é que havia alguma, não surtiu efeito…

Foto: World Steel

Leia também | Nada menos que 80% dos brasileiros acreditam que poderiam ser torturados caso presos

Na tarde desta quinta-feira, Teori Zavascki, após uma sequência quase infindável de decisões de interesses petistas, foi de encontro ao hábito e negou HC pedido. Nabor Bulhões, advogado de Marcelo, enquanto não açoitava a tecla de exclamação de seu teclado, pediu ao empreiteiro o mesmo tratamento dado a Alexandrino Alencar, que na semana passada migrou para prisão domiciliar. Ao que tudo indica, surtiu efeito a rapidez de Sérgio Moro, que puxou da manga mais um pedido de prisão contra MO, dificultando qualquer comparação entre os casos.

Mais Lidas

To Top