Notícias

Suspeita-se que a prefeitura do Rio criou uma “ala VIP” no SUS só para o “doentes olímpicos”

Foto: Wilson Dias/ABr

Mas os elevadores não suportam macas ou cadeira de rodas, é mole?

Desde maio, o hospital municipal Miguel Couto, na zona sul do Rio de Janeiro, tem um novo setor com 3 quatros, consultórios e salão com macas e equipamentos para atendimentos urgentes. Contudo, a estrutura ainda não foi utilizada por qualquer paciente do SUS. Agora, o Ministério Público investiga se a prefeitura do Rio de Janeiro inventou uma “área VIP” voltada apenas ao atendimento dos frequentadores dos Jogos Olímpicos.

A estrutura é luxuosa, possui piso de granito, TVs de LCD, acesso a internet, recepção exclusiva e sinalização bilíngue.

O Ministério Público recomendou que as instalações sejam imediatamente liberadas para uso da rede pública de saúde.

Apesar de tudo, algumas normas da vigilância sanitária não foram atendidas. Alguns elevadores não possuem espaço para macas ou cadeiras de rodas, por exemplo.

Notícias Recentes

To Top