Notícias

Suspeita-se que Lula recorreu à ONU apenas para dar início a uma fuga via asilo político

O cliente mais famoso do advogado contratado por Lula usou como saída uma fuga para a embaixada do Equador

As alegações eram ridículas e já entraram para o folclore, com Lula reclamando até mesmo da produção de uma série na Netflix sobre a Lava Jato. Se, por um lado, fica nítido que o ex-presidente tenta causar um constrangimento a Sérgio Moro recorrendo à ONU, procuradores ouvidos pela coluna Radar, da Veja, desconfiam que o petista planta com aquele texto uma semente para buscar asilo político em outros países. Por isso a insistência no viés de “perseguição” que estaria sofrendo.

Não seria a primeira vez que um cliente de Geoffrey Ronald Robertson, advogado contratado por Lula a peso de ouro, busca como saída o asilo político. Julian Assange, seu mais notório defendido, também usou como saída uma fuga para a embaixada para o Equador, onde pediu e conseguiu asilo político.

Sérgio Moro deve estar atento a esse movimento.

To Top