Blog

Tribunal suspende projeto de corredores de ônibus de Haddad

TCM apontou que além de não saber de onde sairá o dinheiro para as obras, Prefeitura também não tem projeto básico de engenharia e urbanismo

paspalho-padilha

Reportagem da Folha de S. Paulo:

O Tribunal de Contas do Município suspendeu nesta terça-feira o principal projeto do prefeito paulistano Fernando Haddad (PT) para os próximos três anos: a construção de corredores de ônibus orçados em R$ 4,8 bilhões.

O TCM considerou que faltam requisitos básicos para os corredores serem construídos, entre os quais de onde virá o dinheiro para as obras. Falta também, ainda de acordo com o tribunal, o projeto básico de engenharia e urbanismo dos corredores.

O Tribunal de Contas deu um prazo de 15 dias para a prefeitura se explicar.

A construção de corredores é a principal aposta de Haddad para responder aos protestos de junho contra o aumento da tarifa do transporte público.

A licitação suspensa pelo TCM foi lançada em julho e é dividida em dez partes, que somam 128 km de corredores em avenidas como Celso Garcia (zona leste) e 23 de Maio (zona sul). Outras duas licitações de corredores, herdadas da gestão Gilberto Kassab (PSD), estão em andamento.

A meta da gestão Haddad é construir 150 km de corredores para oferecer uma alternativa rápida ao uso do carro.

(…)

(grifos nossos)

Comentário

Haddad afirmou em entrevista recente que não governa com o objetivo de se reeleger. Sorte dele…

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Notícias Recentes

To Top