Notícias

Tucanos em consolidação: Aécio é recebido por quase todos os deputados estaduais do PSDB

Em visita a São Paulo, o senador mineiro aproveitou para se posicionar acerca dos assuntos mais quentes da semana.

senador-aecio-neves-reuniao-bancada-psdb-em-sp-foto-george-gianni_9

A oposição segue sua caminhada na busca da união necessária para chegar forte à eleição de 2014. Quem se movimentou bastante essa semana foi o presidente nacional do PSDB, o senador Aécio Neves. Em visita a São Paulo, reuniu-se em almoço com o presidente do diretório estadual, deputado federal Duarte Nogueira, e 18 dos 22 deputados estaduais tucanos. Na ocasião, aproveitou para se posicionar sobre alguns dos vários assuntos que ocuparam as manchetes nos últimos dias.

O senador boliviano

No geral, Aécio vê no comportamento do governo brasileiro um estranho esforço não retribuído em manter uma relação amigável com a Bolívia. E destaca o bom trabalho feito pelo diplomata Eduardo Saboia.

Não houve nenhuma postura dura do governo brasileiro quando o avião do ministro da Defesa foi revistado por cães farejadores quando estava em solo boliviano ou quando houve ocupação, por forças militares, das refinarias da Petrobras, em solo boliviano. A passividade foi muito grande. Talvez isso tenha permitido ao governo Evo Morales tratar esta questão do asilo diferente do que estabelecem as relações internacionais. A postura do diplomata Saboia deve ser elogiada e reconhecida como gesto humanitário.

(grifos nossos)

Os médicos cubanos

A importação do desrespeito aos direitos individuais dos profissionais estrangeiros parece ser a principal preocupação de Aécio:

“A indagação que faço é essa: eles terão remuneração bem menor que outros representantes de outros países que exercerão a mesma função? A partir do ponto de vista que eles não podem, por exemplo, trazer para o Brasil as suas famílias, o que já é uma discriminação, isso não afronta a Constituição? Seria uma iniciativa importante por parte do governo brasileiro garantir que eles recebam a mesma remuneração que vai receber o médico português, espanhol, venezuelano, que vai estar sentado ali na mesma sala que ele, ou na sala ao lado.”

(grifos nossos)

A manutenção do mandato de Donadon

Explicitamente, Aécio se posiciona em prol de mais transparência nas votações de cassação de mandatos:

“Uma decisão que não honra o Congresso Nacional. Se ele foi condenado pela última instância da justiça brasileira, pelo Supremo Tribunal Federal, ele não pode conviver no Parlamento brasileiro. Isso mostra a necessidade clara de termos para esse tipo de votação o voto aberto do plenário.

(grifos nossos)

Num momento da nossa política em que tantos representantes evitam se posicionar sem antes reunir-se com um marketeiro de campanha, é louvável o esforço do senador mineiro em já esclarecer seus pontos de vista no calor do momento em que as manchetes ganham as ruas.

Notícias Recentes

To Top