Notícias

Um “golpe” estranho: deputados do PT buscam cargo na Câmara, apoiando candidato de Temer

A informação agora é da repórter Andrea Sadi, da Globonews.

Foto: Antonio Cruz / Agencia Brasil

As notícias já vem há tempos nesse sentido. Parlamentares petistas apoiariam candidatos do Planalto tanto para a presidência da Câmara quanto para a do Senado. Até Ciro Gomes se manifestou contra isso da seguinte forma:

“Como é que pode o PT, sendo o partido que foi golpeado, que denunciou para o País e para o mundo que o País experimentou um golpe, trocar o compromisso com o futuro por meia dúzia de carguinhos irrelevantes na burocracia da Câmara e do Senado?”

E agora quem retoma a pauta é a repórter Andrea Sadi, da Globonews, que está sempre muito bem informada:

A explicação pragmática é que o PT teria perdido muitos cargos, tanto na Presidência quanto nas eleições municipais, que foram arrasadoras para o partido. Desse modo, não haveria condição de também ficar sem nada no Congresso.

Mas, sim, Rodrigo Maia (DEM) é o candidato de Michel Temer. É, portanto, o candidato do governo que os petistas não consideram legítimo.

Resta saber o que dirão agora os militantes que até outro dia falava em “golpe”. Bom, talvez continuem falando o mesmo. A militância não deixa que fatos atrapalhem suas narrativas.

To Top