Blog

Para funcionário do governo americano, compra de submarino seria ‘aposentadoria’ de Lula

Desde que o site Wikileaks começou a divulgar os primeiros documentos sigilosos da diplomacia americana, o Implicante acompanha a repercussão com cautela redobrada. Não só pela ilegalidade na interceptação dos e-mails, como também pelos ruídos provocados pelas traduções brasileiras. Um dos casos mais grosseiros foi comentado em artigo escrito por Flavio Morgenstern aqui no site.

Depois de um curto período sem revelar novos documentos, o Wikileaks voltou a divulgar informações secretas, desta vez, nada abonadoras ao ex-presidente Lula.

Leiam abaixo um trecho da notícia publicada na Veja Online:

Um dos milhões de e-mails da empresa de inteligência e análise estratégica Stratfor que o site WikiLeaks começou a divulgar nesta segunda-feira diz respeito a negócios para a aquisição de equipamento militar pelo Brasil durante o governo Lula.

Em outubro de 2010, um funcionário do governo americano alocado no Brasil conversa sobre o negócio com um consultor da Stratfor chamado Marko Papic. Embora afirme não ter provas, ele é devastador no seu parecer: “A compra de submarinos é tão sem sentido que só pode ter a ver com propina. Lula provavelmente está cuidando do seu plano de aposentadoria. E veja só: a compra acontece ‘curiosamente’ no fim de seu mandato. O mesmo vale para os jatos. Nosso Departamento do Tesouro é vingativo quando se depara com subornos. Não podemos fazer nenhum negócio real num lugar corrupto como o Brasil. Os franceses não têm esses problemas”.

Marko Papic ainda acrescenta um comentário: “Não é que eu discorde, mas acredito que a França também tornou a propina ilegal”.

O servidor americano finaliza: “Desculpe-me não ter mais informações no que diz respeito à estratégia brasileira. A nossa avaliação é de que isso é puramente suborno. A única diferença é que agora o Brasil tem dinheiro, muito dinheiro, e pode de fato adquirir os equipamentos. Quero dizer, seria mera coincidência eles comprarem tanto equipamento militar da França? Os franceses sabem como realizar subornos”.

Íntegra aqui

O e-mail interceptado pode ser lido aqui (em inglês)

Abaixo relembramos o apoio do ex-presidente Lula ao fundador do Wikileaks, Julian Assange. Na ocasião, Assange havia acabado de ser preso por “desnudar a diplomacia americana”.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=_No3PuIiJ4Q[/youtube]

Pois é…

To Top