Ponto de Vista

Ao TSE, Marcelo Odebrecht entregou que Dilma sabia que 80% da grana recebida era caixa 2

Em uma das ocasiões, ela ouviu detalhes da boca do próprio delator

O mês de março abriu com Marcelo Odebrecht prestando um depoimento a Herman Benjamin. Em outras palavras, o empreiteiro mais envolvido no Petrolão confessou à Justiça os pecados cometidos para reeleger Dilma Rousseff em 2014.

A imprensa já conseguiu saber alguns detalhes da trama:

  • Por volta de 80% das doações efetuadas para a campanha de Dilma Rousseff tiveram por destino o caixa 2
  • Dilma sabia de tudo
  • Guido Mantega era o intermediário entre Dilma e a Odebrecht
  • Em ao menos um encontro no México, Dilma em pessoa soube desses detalhes da boca do próprio Marcelo

Nada disso é novidade, já havia pintado no noticiário há tempos. Mas é novidade para o TSE, que segue em marcha lenta, empurrando com a barriga a cassação da chapa que elegeu Dilma Rousseff.

E o motivo é claro: trata-se da mesa chapa que elegeu Michel Temer.

Fonte: Zero Hora

To Top