Ponto de Vista

Dilma teria nomeado Lula pois, no dia seguinte, pediriam a Moro a prisão do ex-presidente

17.03.2016 - Dilma empossa Lula como Ministro Chefe da Casa Civil. Foto: José Cruz.

Segunda revista, isso explicaria a pressa com quem “Bessias” fora chamado para a entrega do termo de posse

Em 4 de março de 2016, Sérgio Moro autorizou uma condução coercitiva que levou Lula a prestar depoimento à operação Lava Jato. No 16 de março seguinte, Dilma Rousseff, ainda presidente da República, nomeou para a Casa Civil justamente o ex-presidente. Tudo isso às pressas, com direito a edição extra do Diário Oficial, recurso utilizado apenas para casos urgentes. Por quê?

Segundo a revista IstoÉ, Dilma ficara sabendo de “fonte segura” que, no dia seguinte, 17 de março, o Ministério Público Federal pediria a Sérgio Moro a prisão de Lula por tentativa de obstrução de Justiça. As provas estariam justamente nos grampos que chegaram a flagrar, inclusive, a ação da presidente no episódio do “Bessias”.

Por si só, isso já justificaria o impeachment que derrubou Dilma Rousseff. E pensar que há quem defenda que ela nunca deveria ter deixado o poder.

Fonte: IstoÉ

Notícias Recentes

To Top