Tempo Real

Internauta desmente lorota da esquerda e bomba na web

Não são eles que falam que é preciso “estudar história”? Então…

12963559_1011877718866687_5049161674995471044_n

A imagem acima circula nas redes; considerando versões mais variadas, e algumas delas apenas textuais, é o tipo da mentira que a esquerda tenta repetir para que vire “verdade”.

Mas não virará. Eles têm a cara-de-pau de esconder que a inflação foi combatida pelo Plano Real, dando méritos a isso para Lula (!?), de modo que não teriam muito problema em também alterar a natureza histórica real de fatos mais antigos.

Isso que eles chamam de “conquistas da esquerda” são na verdade concessões de ditadores para que o Estado mantivesse tudo sob seu controle. De certa forma, convenhamos, não há muita diferença entre o que prega o esquerdismo e aquilo defendido por qualquer outro entusiasta de governos autoritários.

Nesse sentido, o internauta Felipe Flexa resolveu rebater com maestria os pontos desse conjunto falacioso e seu post bombou nas redes, tendo sido compartilhado por muitos perfis famosos – não apenas aqueles habituais do debate político.

E, de fato, é uma verdadeira aula. Olhem bem para a imagem e agora leiam o que vai a seguir:

“1. O FGTS foi criado pelo regime militar, por Roberto Campos, no governo Castelo Branco.

2. Vale transporte foi criado pelo ex-senador biônico Affonso Camargo, candidato à presidência da República em 1989, pelo PTB, ainda no governo Sarney, que o sancionou.

3. O INSS foi criado no governo Collor, em 1990, juntando vários institutos (a previdência social com as caixas de aposentadoria e pensão surgiram em 1923, antes da Revolução – ou golpe – de 1930).

4. A carteira assinada é criação da ditadura Vargas (ditadura inspirada no fascismo, que torturou e matou tanto quanto a de 1964, mas como Prestes “passou um paninho” nela, a esquerda não fica de mimimi com isso.)

5. O seguro-desemprego foi criado no governo José Sarney em 1986.

6. Férias de 30 dias: pacote de abril de 1978 (governo Geisel).

7. O 13º salário é a estrela solitária dessa lista, pois surgiu no governo João Goulart, em 1962.

Não, nem os coxinhas e nem os petralhas precisam abrir mão desses direitos. Mas se você é da turma da mortadela, como se sente usufruindo de benefícios criados por ditadores?”

Aplausos.

Notícias Recentes

To Top