Vídeos

Dilma diz que a “Saúde não está boa” e pede ajuda a governadores.


[one_fourth]

INSCREVA-SE
 O PT na História Brasileira   inscreva se

[/one_fourth]

[three_fourth_last]

Descrição

No dia 9 de novembro, a presidente Dilma Rousseff ocupou a rede nacional de rádio e televisão para lançar os programas “SOS Emergências” e “Melhor em Casa”. Com as propostas, o governo espera melhorar o atendimento em emergências do Sistema Único de Saúde (SUS), e implantar uma sistema de “homecare”, ou seja, um serviço de atendimento domiciliar destinado a pacientes com dificuldades para se deslocar até hospitais.

Durante a fala de 9 minutos, a presidente admitiu que a saúde pública brasileira enfrenta sérias dificuldades e pediu a “compreensão” da população. Ao reconhecer os problemas, Dilma pediu ajuda aos governadores para resolver as deficiências no setor.

Essa é a quarta vez que a presidente ocupa a rede nacional desde que assumiu a presidência da República. A primeira foi no dia 10 de fevereiro quando falou sobre educação em virtude do início do ano letivo. As outras duas ocorreram nos dia 30 de abril, véspera do Dia do Trabalho, e 7 de setembro em comemoração ao Dia da Independência.

O pronunciamento desta terça foge do contexto dos anteriores por não fazer parte do calendário oficial. O mais provável é que tenha sido planejado para debelar as críticas ao governo em relação ao longo tempo de espera por um atendimento no Sistema Único de Saúde. Desde a descoberta do câncer que acometeu o ex-presidente Lula, internautas passaram a sugerir que o tratamento do ex-presidente ocorresse através do SUS, e não no hospital Sírio-Libanês. O “pedido” foi motivado por declarações do próprio ex-presidente que chegou a afirmar que o serviço público beirava à “perfeição”.

Independente de quais tenham sido as intenções do pronunciamento, o mais importante é saber se os tais programas terão resultados práticos, ou se funcionarão unicamente como manobra diversionista. Infelizmente, a história mostra que o discurso do governo do PT não condiz com a prática, o que fica claro no vídeo acima. Assistam, relembrem declarações anteriores e tirem suas conclusões.

[/three_fourth_last]

To Top