Implicante

/ Editorial

10 de setembro de 2012

Resposta aos governistas sobre a farsa da redução da conta de luz

A blogosfera governista não gostou que desmascaramos o anúncio feito por Dilma em rede nacional. Soltaram por aí textos nervosos e acusatórios, mas a verdade continua a mesma: o anúncio da “redução da conta de luz” foi um truque de marketing. Houve cobrança irregular, a maior durante oito anos e R$ 7 bilhões teriam que ser devolvidos de qualquer jeito.

white 15 Resposta aos governistas sobre a farsa da redução da conta de luzKindle

[youtube width=”620″ height=”344″]http://youtu.be/aUjOK31XxnY[/youtube]

Nas últimas 48 horas, uma informação veiculada pelo Implicante transformou-se em um dos assuntos mais comentados nas redes sociais. A notícia, trazida pela leitora assídua e colaboradora Rejane do @BlogBymel, explicitou mais um embuste do governo federal. No último dia 6 de setembro, a presidente Dilma Rousseff apareceu em rede nacional de rádio e TV para anunciar pretensas conquistas do governo e informar sobre a redução nas tarifas de energia elétrica. No discurso presidencial, a redução foi apresentada como uma medida de estímulo à economia, e só seria possível por “acertos” do governo ocorridos nos últimos 10 anos.

O problema é que, no anúncio, Dilma NÃO falou que, durante 8 anos, o governo permitiu que as concessionárias de energia eletrica cobrassem um valor ACIMA do correto. A cobrança indevida ocorreu por erros de cálculos da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica). Como sintetizou o jornalista Augusto Nunes, “fomos presenteados pelo governo com parte do dinheiro que nos roubaram com a cumplicidade do governo”. É importante lembrar que Dilma foi ministra de Minas e Energia (a quem a ANEEL é subordinada) de janeiro de 2003 a junho de 2005, durante o governo Lula.

Pois bem, o vídeo publicado aqui no Implicante foi amplamente divulgado e, em poucas horas, representantes da blogosfera progressista acusaram a informação de “farsa”. Um dos posts mais virulentos traz coisas assim:

Um blog de ultradireita desses que beiram a criminalidade usou o tal comentário desse demente (Luiz Carlos Prates) correlato à questão energia elétrica a fim de produzir uma das farsas mais absurdas e burras que já se viu e que passo a relatar agora.
O tal blog acusa a presidente Dilma de mentir à população sobre a razão da medida que reduzirá as contas de luz. Diz que a redução anunciada se daria por conta de processo no Tribunal de Contas da União (TCU) que detectou erro de cálculo nos reajustes das tarifas de energia elétrica que, entre 2002 e 2009, surrupiou 7 bilhões de reais ao público.

Em primeiro lugar, “o tal blog ultradireitista que beira a criminalidade” não afirmou que Dilma (sic) reduzirá a conta de energia elétrica POR determinação do TCU. O que AFIRMAMOS foi que Dilma fez o povo de otário, trouxa, ao anunciar uma redução nas tarifas de energia como um benefício, mesmo sabendo que, por 8 ANOS, TODOS OS CONSUMIDORES PAGARAM UM VALOR A MAIS PELA CONTA DE ENERGIA ELÉTRICA.

Mas o mais interessante está por vir:

O processo no TCU é verdadeiro. Cogita-se, realmente, devolver ao distinto público o que pagou a mais na conta de luz. Todavia, é uma deslavada mentira que a redução de tarifas anunciada por Dilma tenha qualquer relação com esse caso.

Entenderam? Nem o blogueiro governista (e nem ninguém, diga-se) é capaz de desmentir o parecer do TCU. Em outras palavras, mesmo aqueles que ficaram indignados com o conteúdo de nosso vídeo negam que houve cobrança indevida ao longo dos 8 anos de governo Lula. A única alegação que conseguiram até agora foi a de que o desconto anunciado pela presidente não estaria relacionado ao parecer do TCU. O que ninguém explica é quando, como e SE virão novos descontos.

Anunciar uma redução na tarifa de energia, quando se tem a informação de que durante 8 anos todos os consumidores sofreram perdas por erro do próprio governo é, no mínimo, apostar na desinformação e tratar o povo como trouxa.

A menos que algum representante do governo venha a público anunciar a reposição de perdas ocasionadas pelo erro da ANEEL durante todo esse período, e se proponha a conceder um novo desconto além do que foi anunciado, Dilma jamais poderia apresentar a redução como um pacote de bondades do governo. Do jeito que está, isso é no máximo uma compensação de prejuízo, não um “presente” fruto da “competência” gerencial do governo.

O Implicante publicou algo óbvio: foram cobrados INDEVIDAMENTE R$ 7 bilhões nas contas de luz e, por conta disso, o valor seria devolvido em forma de “redução da conta”. Dilma, um mês depois desse relatório do TCU, apressou-se ao julgamento final e concedeu um “desconto”, sem mencionar a cobrança indevida ocorrida durante 8 anos. Denunciamos, mostramos a farsa. E, claro, blogs governistas tentaram dizer que era papo furado.

 Atualização importante: Neste exato momento, o vídeo que gerou desconforto nas hostes progressistas já foi visto mais de 800 mil vezes. Agradecemos a todos que compartilharam. Aguardamos a resposta do governo.

compartilhe

Tópicos ,

42 Comentários

  1. Francisco Cosmo Ricci19 de setembro de 2012 às 11:11

    Gostaria de saber onde a Dilma está investindo o aumento roubado dos aposentados?

  2. Lindemberg17 de setembro de 2012 às 01:50

    Gostaria de pedir aqui um espaço e informar que na minha opinião existe uma coisa chamada em fazer política e fazer politicagem! Claro, existe politico sim honesto! e quero aqui parabenizar o Deputado Federal Chico Lopes por ser o relator desta denúcia! http://www.youtube.com/watch?v=KMbd2PH0DZ0

  3. Cleto Guedes16 de setembro de 2012 às 18:05

    alguém aí sabe algo sobre a prorrogação nas concessões às empresas “adminstradoras” de energia elétrica? Aqui no RS o governo não vai prorrogar as concessões das estradas, e as concessionárias querem agora dar descontos nos pedágios….

  4. Luiz15 de setembro de 2012 às 15:10

    Ola Impricante. Extite um Ong de combate a corrupcao,e ja tem no Brasil 200 filiais apoiadas e embazadas pela Amarribo.org.br, conheça a para ser mais forte no seu bom trabalho.

  5. Zouza14 de setembro de 2012 às 23:38

    É óbvio, no momento em que o governo assumisse o erro, a conta da incompetência cairia direto no colo do Molusco. Portanto isso não vai acontecer, à muitos “cumpanheiros sanguessugas” para sair em defesa do tal “mini deus” sindicalista.
    Por favor vamos tentar se livrar dessa corja em 2014, ou esse pais vai entrar em concordata.

  6. vicente f r14 de setembro de 2012 às 21:23

    Temos que conviver com bandalheiras. Sim nao sabemos votar

  7. Laert14 de setembro de 2012 às 19:58

    Provado e comprovado que um dos fatores que impedem o crescimento econômico do país é o alto valor da energia, seja ela elétrica, fóssil, ou qualquer outra fonte.

    Brasil, o país das máscaras. PT, o partido dos mentirosos!!!

  8. Marcos Cabreira14 de setembro de 2012 às 16:16

    Voces não deve ter entendido o dito pela presidente. o valor em questão, refere-se a algumas taxas que seram retirada, alem do que, os valores do desconto sera
    feito atravez de novos contratos. quanto a devolução de
    7 bilhoes tambem deverá ser feita conforme decisão
    de TCU ou outro tribunal qualquer.
    É só ler jornais.
    abraços

  9. Pera Oca14 de setembro de 2012 às 15:27

    Se estiverem insatisfeitos com o percentual de desconto, por favor doem-me.

    • Rafael Carvalho20 de setembro de 2012 às 07:34

      Coisa mais simples deve o governo devolver o dinheiro cobrado indevidamente e em dobro, pois isso foi cobrança indevida. Vamos todos entrar na justiça contra esse absurdo para sermos ressarcido. O governo já tem dados o suficiente para saber que ocorreu um erro nas contas.

  10. Moisés14 de setembro de 2012 às 13:54

    É uma questão de encontrar o que eu quero ouvir. Se sou anti-governo, frequento este tipo de espaço a qual estou neste momento. Se sou governo, existem outros espaços onde dizem exatamente o que quero ouvir. No fundo, esse tipo de trabalho vende parcialismo e incredibilidade. Hoje é difícil encontrar uma verdade absoluta, se é que ela exista.
    Mas esse factóide(enquanto não se provar será apenas especulação) plantado por este blog chamou a atenção de tantas pessoas, a minha por exemplo, mas não mereceu ainda nem uma nota em publicações de grande nome, incluo aí todo tipo de publicação (situação e oposição). Então prefiro analisar apenas o quanto será bom para a nossa economia essa redução na tarifa de energia elétrica. Se surgir um veredito vou analisar de forma mais passional esse evento. Mas ainda assim o corte terá sido uma melhoria para todos nós.

  11. João13 de setembro de 2012 às 15:25

    A estratégia do PT é sempre a mesma. Primeiro se finge do povo, pra conseguir votos. No momento em que poderia de fato ajudar os menos favorecidos, os escânda-los aparecem, eles dizem que não existiu e que é estratégia da oposição pra denegrir a imagem deles. É triste saber que o Lula, que de fato um dia foi um homem do povo, podia transformar esse país, mas pensa em deixar o filho rico e o time do coração com estádio e os amigos na seleção.

  12. Luiz13 de setembro de 2012 às 14:59

    Farsa??
    Como este blog tem coragem de colocar este assunto desta forma distorcida??? Mas que coragem!!!!
    Este caso do TCU nem se quer foi votado ainda!?!?!
    Porque esta associado ao anúncio da redução da energia???
    O discurso esta desonesto, difamatório, maniqueísta, buscando enganar a opinião pública sobre o assunto…
    É realmente leviano…

  13. J.C.13 de setembro de 2012 às 12:11

    A energia nossa é uma das mais caras do mundo sendo que temos capacidade de produção suficiente, nos ja tivemos o tal de emprestimo compulsorio na energia por 20 anos, o governo não devolveu esse dinheiro quem entrou com processo pode ser que receba. Nesse caso cobrança indevida por erro de calculo da Aneel o governo deveria assumir a responsabilidade e publicar detalhadamente pelos canais competentes como sera essa devolução, e não sair falando que vai beneficiar o povo com desconto.

  14. José Gomes13 de setembro de 2012 às 11:48

    A última contagem que pude ver já mostrava mais de 960.000 acessos. Ara! É muito ultradireitista no Brasil , depois de 10 anos de governo socialista, progressista, distributivista, igualitarista…. Que gente ingrata!.

  15. José Gomes13 de setembro de 2012 às 11:44

    Tojo, 11/09,´`as 17:40: Não é Granma.br nem Pravd.br. É Granma.CU mesmo! É o que os petralhas, pha e outras “flores” merecem. E se merecemrecebem.

  16. André M. dos Santos13 de setembro de 2012 às 11:08

    É pena, pois o nosso país tem tudo para ser primeiro mundo em praticamente todas as áreas sociais, mas resolveu ser primeiro mundo em políticos que governam para si mesmos, e não a favor do povo brasileiro.

    O nosso país está crescendo? Sim, mas a passos de tartaruga, e não por vontade dos políticos, mas porque tudo tem limite, até mesmo as enganações, as roubalheiras e as mentiras, e como não daria mais para enganar é que alguma coisa se faz.

    Há políticos honestos? Claro que sim, são poucos, mas há. Mas infelizmente esses não conseguem fazer muita coisa, há muito impedimento.

    Continue firme,

    André M. dos Santos

    • Antonio Afonso Miotto13 de setembro de 2012 às 18:14

      O Brasil só não está em melhores condições devido que em seu governo FHC e seu time só gostavam de visitar os Estados Unidos. Se ele tivesse tentado novas relações comercias como Fez Lula, quando, convidou 400 empresários e viajou pelo mundo conseguindo mais de 20 países como novos parceiros certamente teria se livrado do FMI e não ficaríamos com aquele salário mínio de fome que ele pagou durante os oito anos de seu governo.

  17. Indiacui12 de setembro de 2012 às 18:51

    O videio se multiplicou e ser vc for contar o número de exibição nesses “filhotes”ja está próximo a um milhão de visualização e a imprensa VENCIDA desse pais junto com as redes de televisão permanecem calada. Mas quando é o PT batendo eles super divulgam. Lamentável esse momento da nossa história. Midia nao precisa de controle no papel, ba$ta o controle dando verba, muita verba em marketing.

  18. José Faganello12 de setembro de 2012 às 18:37

    Sobre esse assunto está mais do que esclarecido, mas faço uma pergunta: nã é estranho em todas as campanhas eleitorais a bandidagem acirar ataques aos cidadãos e tentar convencer que a culpa é do governo? Ha um elo espúrio com a bandidagem para convencer a população que a culpa é do governo?

    • Exilado12 de setembro de 2012 às 19:46

      Amigo, o Implicante foi lançado em março de 2011. Decidimos crias este espaço para fazer um contraponto aos blogs mantidos com verba pública. Desde então já publicamos 850 textos e dezenas de vídeos. Não existe nenhuma finalidade “eleitoreira” por trás, prova disso é que lançamos o portal em ano não eleitoral. É só buscar nos registros e em nosso canal youtube/implicantetv
      Acho que isso responde a sua pergunta. Abraço.

    • Airton16 de setembro de 2012 às 23:26

      Os ataques a policiais civis e militares em ano de eleição vc não acha nada estranho ,né

  19. fabiana12 de setembro de 2012 às 18:14

    Axo é poco!!

  20. Tito12 de setembro de 2012 às 18:04

    Sem contar que os índices de redução anunciados são utópicos e mentirosos, pois ainda dependem de negociação com as distribuidoras. A parte do governo será de apenas 7%. Isso ninguém disse.

  21. caio portella12 de setembro de 2012 às 01:21

    BEM…PRA não perder a viagem e ficar so falando que petralha é vagabundo,ladrão,pilantra,safado,bandido,sem vergonha,etc,etc…eu venho aqui de público declarar…QUE PETRALHA TAMBÉM AMA…vejam que prova de amor lindo o maridão da Gerentona acaba de dar ao tentar reatar o amor que estava meio “combalido”,talvez por causa do mensalão,da mentira da redução da conta de luz,etc….Conheçam o maridão apaixonado>>>

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10151442140333849&set=a.468114218848.240456.136852373848&type=1&relevant_count=1

  22. G.M.F CONDÉ11 de setembro de 2012 às 22:01

    Alem de Joao Paulo Cunha,gostamos de MARCONE PIRILO,DEMONSTENE TORRES, EDUARDO AZEREDO ,PAULO PRETO, CASSOL, DANTE DE OLIVERA,SERGIO GUERRA (OHOMEM DAS COMUNICAÇOES)

  23. Rafael Souza da Silva11 de setembro de 2012 às 17:56

    Acaso interessar possa: vi em uma discussão no G1 alguém defendendo o governo dizendo que a redução anunciada pelo governo e a exigida pelo TCU não seriam nos mesmos componentes que formam a conta de energia elétrica, e que portanto não estavam relacionadas. Fazendo uma busca no mesmo portal, me deparei com os seguintes dados:

    Matéria sobre o erro apontado pelo TCU: . Citando a matéria, “A cobrança a mais acontecia nos chamados encargos setoriais”.

    Matéria sobre a redução anunciada pelo governo: . No gráfico do lado esquerdo da página, fica claro que a redução anunciada é nos encargos setoriais.

    Portanto, julgando-se pelas matérias do G1, a redução anunciada pelo governo foi sim a mesma exigida pelo TCU.

    Para o caso de ter ficado alguma dúvida.

  24. Tojo11 de setembro de 2012 às 17:40

    Chamar o Implicante de ultradireita é o que se pode chamar de ignorancia pura.

    Na verdade eles desconhecem o que é direita liberal.

    Até o reino mineral sabe que para os comunistas quem não é comunista é fascista.

    Enfim, chamar esse pessoal de progressista é ser muito generoso. granma.br ou pravda.br ?

  25. João11 de setembro de 2012 às 17:35

    Você não falou da conta que os “Blogueiros Nervosinhos” fizeram. 7 bilhões é MUITO POUCO DINHEIRO, perto do desconto que será dado na luz! Uma coisa não se associa à outra!

  26. betoerd11 de setembro de 2012 às 15:27

    COMO DIZ UM CERTO JORNALISTA ” ISTO É UMA VERGONHA”

  27. umamigo11 de setembro de 2012 às 01:11

    O inicio dessa cobrança indevida foi logo após os “apagões” da rede elétrica nacional. O “erro” foi muito conveniente para equipar o sistema elétrico do país. O fato da presidenta estar devolvendo valores teoricamente a cima do que foi indevidamente recolhido se deve ao fato não só da deflagração do “erro”, mas também por se tratar do resgate do “investimento forçado” feito por cada um que ligou uma lâmpada nesses 8 anos.
    Algo semelhante acontece com a internet por rede móvel (3G). Permitiu-se por anos que as operadoras entregassem 10% do que vendiam, com o objetivo de juntar capital de investimento no setor. Hoje se cobra que elas entreguem mais do que 10% pois já tiveram tempo e dinheiro para estabelecer o serviço. O problema é que o dinheiro investido é nosso, já que durante anos nos foi entregue menos do que compramos, entretanto quem vai continuar lucrando são as operadoras.

  28. João 77BM10 de setembro de 2012 às 22:19

    Entendo, porém, que os autoproclamados “progressistas” não gostem “desses que beiram a criminalidade”.

    Eles gostam é de quem não beira, mas, de fato, pratica a criminalidade.

    Eles gostam é de criminosos, como João Paulo Cunha.

  29. João 77BM10 de setembro de 2012 às 22:10

    Uma das primeiras buscas pelo texto que chama o Implicante de “ultradireita” leva a um blogueiro dirceuzista que se diz “da cidadania” e chama a ditadura cubana de “doce” (como o próprio Gravz bem lembrou hehe)

    Lá, ele chama de “uma das farsas mais absurdas e burras” o vídeo ,sob o, vá lá, argumento de que os R$ 7 bilhões correspondem a “2,13% do que gastaram apenas as residências em 7 anos ou a 14,95% do que gastam em um ano”.

    Quer dizer, para o defensor de ditadura, é “farsa” dizer que dona dilma está só devolvendo o dinheiro devido, 7 anos depois, quando os números (com uma diferença ínfima) mostram exatamente isso: o Implicante está certo.

    Nada de mais para quem diz, no mesmo post, que “o cargo de presidente é político e não se pode negar a um primeiro mandatário que tenha opinião política…”

    O cargo de presidente não é político coisa nenhuma, é administrativo e não pode ser usado com fim político, muito menos com dinheiro público e da rede nacional. Isso é e tem que ser negado pela lei, por nós, que somos os patrões da presidente e pagamos seu salário.

    Há coisas “mais absurdas e burras” do que dizer o contrário do que são as limitações constitucionais do cargo de presidente? Não. Mas também não há nada mais burro do que chamar de “doce” quem manda os opositores pro paredón.

  30. Daniel10 de setembro de 2012 às 22:06

    Sinceramente, não vejo qualquer sinal de que a Dilma fez os brasileiros de trouxa. Antes de começarem a esculhambar, não sou petista.

    É bom deixar claro, que esses 7 bilhões já tinha sido avisado por algum ministro (não lembro quem) desde o começo do ano (quem acompanha sabe) e eles estavam estudando uma maneira de devolver esse dinheiro. E com essa declaração dela, a gente já sabe como. E para ser sincero, nada mais justo do que um boa redução na tarifa de energia.

    Além disso, chegaram a dizer que esse dinheiro foi um “roubo”, acho que a palavra ‘roubo’ é muito forte para definir um erro de cálculo.

    Acho que se esse blog foi tão criticado pelos blogs progressistas, acredito que isso se deu pela linguagem (bastante informal) que este utiliza. Só uma sugestão.

  31. odnamrataizem10 de setembro de 2012 às 19:53

    Gravata, o mais engraçado desse cara é que o Implicante só é “criminoso” porque, NA VISÃO DELE, a Dilma teria cometido crime de responsabilidade fiscal, logo deveria ser impichada (isso antes de dar pra trás ao reconhecer que o processo do TCU existe). Aí, como todo bom petista, não larga o osso, continua a acreditar no dogma da infalibilidade petista e, POR CONTA DISSO, vocês estariam praticando… calúnia!

    Como se vê, o desespero da esquerda com o julgamento do mensalão chegou ao paroxismo :)

    PS: esse tipo de raciossímio diz, sozinho, tudo sobre o que aconteceria se o presidente eleito tivesse sido o Serra.

Publicidade

Enquete

Escolham os nomes dos dois mascotes olímpicos do Rio:

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Publicidade