Fernando Gouveia

A imbecilidade esquerdista de marcar posição contra João Dória em ações aprovadas pelo povo

“Continuando assim, será fácil para João Dória conseguir a reeleição ou mesmo alçar voos maiores”

Na semana passada, e de forma satírica, tratei de alguns comportamentos da esquerda que revelam sua pouca inteligência estratégica e também o tamanho da distância entre tal ideologia e aquilo que de fato agrada ao povo. E o que esse pessoal vem fazendo em São Paulo, no caso das pichações apagadas, é prova cabal desse fenômeno.

João Dória, entre outras medidas, decidiu enfrentar os pichadores. O que fazem os esquerdistas? Apoiam, dizendo que é uma boa medida, já que aplaudida pela grande maioria da população? Nada disso! Por picuinha partidária – e por ainda não ter caído a ficha da “bolha” -, resolvem ir contra. Usam seus espaços de influência, especialmente na imprensa, para cair matando. Como falam apenas entre si, seguem acreditando que essa postura representa a maioria.

Claro que não.

Há poucos temas que unem tanto as pessoas quanto os pichadores, e é claro que elas estão unidas CONTRA a pichação. Ninguém gosta de ter a própria parede pichada, nem (obviamente) os próprios pichadores. Essa lenga-lenga de “cidade cinza” faz sucesso entre estudantes de humanas, nas redações e em agências de publicidade, mas o povo de verdade obviamente prefere uma parede lisa a uma repleta de frases/nomes e afins.

Ah, mas o “grafite é diferente”. Sim, é. E aí entram fatores múltiplos. Em primeiro lugar, quase todos que hoje se dizem escandalizados não disseram NADA quando o prefeito querido pela esquerda os apagava. Além disso, foram/serão apagados grafites já danificados, em que pese o eventual uso de trucagem fotográfica na hora de falar sobre o assunto. Para comprovar de vez o quanto a ação da militância é mais sobre partido político do que sobre a “arte”, vale lembrar que vandalizaram um grafite para “defender” os grafites (não, não é piada).

Enfim, voltando à burrice estratégica, a esquerda aderir à “causa” dos pichadores beira o inacreditável. E, se continuar assim, tomando a posição contrária em todas as outras ações obviamente positivas e aprovadíssimas, como os itens de limpeza doados à população de rua ou os hospitais particulares cedidos de madrugada, será fácil para João Dória conseguir a reeleição ou mesmo alçar voos maiores.

Fernando Gouveia é co-fundador do Implicante, onde publica suas colunas às segundas-feiras. É advogado, pós-graduado em Direito Empresarial e atua em comunicação online há 16 anos. Músico amador e escritor mais amador ainda, é autor do livro de microcontos “O Autor”.

Notícias Recentes

To Top