Internacionais

Nos EUA, conservador declara guerra à imprensa e oferece US$ 10 mil por podres do jornalismo

E os ataques já começaram com o vazamento de 100 horas de áudios de bastidores da CNN.

James O’Keefe é mais um ativista conservador a fazer barulho nos Estados Unidos. Contudo, não é considerado polêmico somente por isso, mas por assumir como missão desmascarar organizações corruptas de dentro para fora. Ou seja… Flagrando internamente os malfeitos e os expondo em seus projetos.

O mais famoso deles é o Veritas, criado para “investigar e expor a corrupção, a desonestidade, o desperdício, a fraude e qualquer má conduta“. E o seu mais recente alvo eleva a polêmica a enésima potência: a imprensa, aquela que vem metendo um carimbo de “fake news” em qualquer veículo alternativo.

Porque O’Keefe está oferecendo 10 mil dólares a qualquer pessoa que esteja disposta a entregar-lhe material comprometedor contra o trabalho da imprensa americana.

E os ataques já começaram com o vazamento de 100 horas de áudios de bastidores da CNN.

O Implicante vai pegar a pipoca.

Fonte: Project Veritas

Mais Lidas

To Top