Internacionais

Recorde de cinismo: ditador que aprisiona o próprio povo em Cuba reclama de muro de Trump

E a imprensa mais uma vez “esquece” de dizer que Cuba se trata de uma ditadura

Raúl Castro veio a público criticar as políticas comerciais e imigratórias de Donald Trump. Mas o Implicante vai refazer a frase em outros termos: o ditador da família cubana que há mais de meio século escraviza o próprio povo em uma ilha foi à imprensa reclamar que Donald Trump quer impedir a entrada de imigrantes ilegais nos Estados Unidos.

Ele disse:

“A nova agenda do governo dos EUA ameaça desencadear uma política comercial extrema e egoísta que vai afetar a competitividade do nosso comércio exterior, violar acordos ambientais e caçar e deportar imigrantes. Você não pode conter a pobreza, as catástrofes e os imigrantes com muros, mas sim com cooperação, compreensão e paz.”

Sim, é preciso ter um nível de cinismo fora do comum para, neste contexto, vir a público se pronunciar nestes termos. Algo parecido é preciso se falar sobre a imprensa, que noticia a fala acima sem em qualquer momento citar a palavra “ditadura”.

Não à toa, pessoas como Donald Trump chegam ao poder.

Fonte: O Globo

Notícias Recentes

To Top