Mundo Louco

Zimbábue: esposa garante que ditador Mugabe concorre à eleição mesmo como cadáver

O mais curioso, sejamos francos, é acreditar que fariam uma eleição minimamente decente na ditadura do Zimbábue.

Foto: AP AFP JIJI

Robert Mugabe, de 92 anos, dirige o Zimbábue com mãos de ferro há quase três décadas, oprimindo seu povo e abusando de regalias nababescas – suas festas são a um só tempo históricas e escandalosas, sobretudo considerando a miséria em que vive a maior parte das pessoas no país.

E agora, outro acinte: “eleições”. Claro que não dá para levar a sério um processo eleitoral realizado sob a tutela de um ditador. É o chamado “jogo de comadres”, com tudo já decidido.

Porém, sua esposa Grace Mugabe fez uma declaração no mínimo inusitada, pois afirmou que ele concorrerá mesmo em caso de morte. Sim, mesmo como cadáver. Ela disse isso enquanto acusava oposicionistas de planejarem a morte do ditador.

Enfim, aguardemos os resultados. Se o pior acontecer, assistiremos a uma atípica corrida eleitoral, em que o provável vencedor concorrerá sem nem mesmo estar vivo.

Fonte: ABC News

To Top