Notícias

Aluna da USP faz registro falso de estupro

Após investigação, ela própria confessou ter inventado. A referida aluna participa de grupos feministas nas redes sociais.

USP

De acordo com a Folha, a estudante de pedagogia Sandy Mayumi Makiyami Saguri fez um registro falso de estupro à polícia e apontou um PM fardado como o autor do crime. Ela teria ligado para o 190 e dito que a violência teria ocorrido perto de uma pizzaria da capital.

Uma equipe de policiais foi ao local, a estudante foi levada para exames, porém não foi encontrado nenhum ponto de agressão. Após isso, a garota confessou que tinha inventado o caso.

No boletim de ocorrência, a estudante declarou que mentiu sobre estupro porque faz parte de um “grupo” que tem por objetivo espalhar informaçõs falsas para “chamar atenção dos veículos de imprensa”.

To Top