Implicante

/ Notícias

14 de outubro de 2011

Dilma nomeia advogada de sua campanha para vaga no TSE

white 15 Dilma nomeia advogada de sua campanha para vaga no TSEKindle

dilma 550x334 Dilma nomeia advogada de sua campanha para vaga no TSE

A presidente Dilma Rousseff nomeou na última terça-feira a advogada Luciana Lóssio para o lugar de Joelson Dias no Tribunal Superior Eleitoral. Lóssio foi advogada da campanha de Dilma à presidência. Notícia da Folha.com:

A advogada Luciana Lóssio,36, foi nomeada na terça-feira (11) para o cargo de ministra substituta do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Ela trabalhou na campanha da então candidata à Presidência da República pelo PT, Dilma Rousseff.

Ela ocupa a vaga deixada por Joelson Dias –que foi quem acolheu a maior parte dos direitos de resposta reivindicados por José Serra na disputa de 2010, em particular quando o PT explorou na TV as acusações de caixa-dois que envolviam Paulo Preto.

Além de Luciana Lóssio e Dias, estava na lista enviada à Presidência da República pelo STF o nome de Evandro Pertence. Dias foi nomeado em março de 2009 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O juiz substituto participa de julgamento quando o titular não pode comparecer. Nas eleições, fica responsável pela análise de representações que tratam de propaganda eleitoral. O TSE é composto por três ministros do STF, dois do STJ e dois indicados da advocacia.

Segundo o TSE, Luciana será a primeira mulher a ocupar uma das vagas destinadas à advocacia. Com experiência na Justiça Eleitoral, ela advogou nas eleições gerais de 2010 para a candidata Dilma.

A advogada também atuou na defesa dos então governadores José Roberto Arruda (DEM-DF), Rogério Rosso (PMDB-DF) e Roseana Sarney (PMDB-MA). É especialista em Direito Eleitoral e é membro do Ibrade (Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral).

Comentário

Mais uma vez, o PT ignora o princípio da impessoalidade para emplacar companheiros em cargos-chave do Judiciário. Apesar das decisões favoráveis a Serra na última eleição – e ele também decidiu a favor do PT em alguns casos, como este em que absolve Lula e Dilma da acusação de terem feito propaganda eleitoral antecipada (e todos sabemos que eles nunca fizeram isso) -, Joelson Dias não pode ser “acusado” de tucanismo: quando Joelson foi nomeado para o TSE, em abril de 2009, o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) lembrou em seu blog que ele havia sido sócio de Erenice Guerra em uma firma de advocacia, e atribui a Erenice sua nomeação.

compartilhe

Tópicos ,

4 Comentários

  1. Reginaldo Gadelha15 de outubro de 2011 às 22:59

    A presidANTA dirma podia ter nomeado sua própria mãe, assim ficava tudo em casa. Ah, sua Advogada poderia ter sido nomeada ajudanta-da-mamãe.

  2. Flugh14 de outubro de 2011 às 20:36

    Essa Sra. é também irmã do prefeito de uma cidade do interior de Pernambuco.

  3. Nélio14 de outubro de 2011 às 17:37

    Seus julgamentos serão sempre questionados. Se forem a favor do atual governo, ela estará pagando o preço da sua nomeação; se forem contra, estará tentando demonstrar pretensa imparcialidade. Ademais, só o fato de ela ter aceito a nomeação nessas circunstâncias comprova que ela tem uma relação litigiosa com os preceitos que regem a boa administração pública e que desconhece o dito que cerca a fama da mulher de César…

  4. João14 de outubro de 2011 às 16:58

    Quem não se lembra da reação de Lewandowski quando, a respeito das campanhas de Lula a favor da Dilma – jogando no lixo as leis eleitorais – o Lula disse mais ou menos isso: “ah, sabe como é, eu preciso dizer que foi a Dilma que fez isso, que fez aquilo”.
    O idiota simplesmente sorriu de forma estúpida! Para mim, aquele sorriso fez com que eu perdesse qualquer respeito que eu pudesse ter por ele. Ter um monte de estrume desses no STF é uma afronta ao Brasil.

Publicidade
Publicidade