Notícias

Em resposta à campanha de mau gosto da Amazon, Doria conseguiu que doassem 219.350 livros

Tudo isso em apenas dois dias

Já no dia seguinte, em mais um vídeo publicado nas redes sociais, João Doria prestou contas da iniciativa tomada em resposta à campanha de péssimo gosto trazida a público pela Amazon, aquela em que agigante dos livros digitais parece fazer uma defesa das pichações que emporcalham os muros de São Paulo. O prefeito chamou a propaganda da empresa de “marketing oportunista”. E apresentou como alternativa o que chamou de “marketing do bem”, uma ação de doações encampadas por marcas como Saraiva, Kabum, Somos Educação, Comic Con Experience, Empiricus, Alphagraphics e Multilaser.

Ao todo, foram arrecadados 219.350 livros, 100 Tablets e 100 computadores. Tudo isso em menos de dois dias – o convite foi lançado na manha da terça-feira, as doações chegaram até a tarde da quarta.

Fica a lição ao mercado publicitário: entenda o público antes de tentar “lacrar”. E, na dúvida, não vista a sua marca com o discurso esquerdista, aquele que adora atacar qualquer corporação, inclusive a sua.

Fonte: Perfil oficial do Prefeito de São Paulo

Notícias Recentes

To Top