Implicante

/ Notícias

19 de outubro de 2012

Estádios da Copa: em SP, custo do Itaquerão sobe de novo

white 15 Estádios da Copa: em SP, custo do Itaquerão sobe de novoKindle

Estimativa muda pela 4ª vez e valor do estádio do Corinthians deve ultrapassar R$ 1 bilhão; ninguém sabe quem bancará os gastos extras para a Copa

presidente da cbf jose maria marin esq visita as obras do futuro estadio em itaquera palco da abertura da copa de 2014 1339790331950 662x288 600x261 Estádios da Copa: em SP, custo do Itaquerão sobe de novo

Matéria da Folha de S. Paulo:

Os R$ 820 milhões divulgados como custo total do Itaquerão não representam o preço real da obra e da operação do estádio corintiano.

A conta, se forem considerados os gastos com sistemas elétrico e de tecnologia, equipamentos provisórios –como os cerca de 20 mil assentos da arquibancada móvel–, mobília e impostos, ultrapassa R$ 1 bilhão.

Folha obteve com exclusividade o contrato firmado entre o Corinthians e a Odebrecht. O acordo não contempla diversos itens básicos para o funcionamento da arena.

A segunda cláusula do acordo define, por exemplo, que “equipamentos e infraestrutura necessários à operação do estádio” não estão incluídos no contrato.

Fora do orçamento de R$ 820 milhões estão equipamentos que serão utilizados na Copa-2014, como ar-condicionado, sistema de tecnologia da informação, iluminação provisória, carrinho para o transporte de maca, a própria maca, bandeiras etc.

O gastos com essa aparelhagem para o uso no Mundial é estimado em R$ 50 milhões, mas ainda não está definido quem pagará a conta –se Corinthians, Prefeitura de São Paulo, governo do Estado ou governo federal.

O Estado de São Paulo ainda vai bancar as estruturas provisórias dentro do estádio: mais R$ 50 milhões na conta.

Na soma dos R$ 820 milhões também não foi orçado o valor com mobília (estrutura de mídia, mesas, computadores e armários).

Em sua proposta, a Serpal, empresa que concorreu com a Odebrechet para erguer a arena, previa desembolsar R$ 39 milhões com esses itens.

O Corinthians afirma que o mobiliário “será pago pelos locadores das áreas, sejam os camarotes, sejam os restaurantes, sejam os espaços de hospitalidade”.

Por ser estádio da Copa de 2014, o Itaquerão ainda foi beneficiado pelas isenções fiscais concedidas pelas esferas públicas. O contrato do Corinthians com a Odebrecht prevê essas desonerações.

O preço do estádio já foi fechado contando as anistias. Se tivesse de pagar os impostos, a conta encareceria mais R$ 63 milhões –este foi o valor estimado pela Serpal.

O contrato não inclui também a remoção e realocação dos dutos da Transpetro que passavam pelo terreno. O Corinthians afirma ter pago R$ 10 milhões pela obra.

Somados todos esses incrementos, o preço real do estádio corintiano chega a exato R$ 1,032 bilhão.

RESPONSABILIDADES

Reza o contrato que o Corinthians deve pagar à Odebrecht, em até cinco dias úteis após o pedido de cada empréstimo-ponte, 10% do “preço fixo global” (R$ 820 milhões). Até agora, foram feitos dois empréstimos-ponte –no total de R$ 250 milhões–, e o clube não pagou os R$ 164 milhões devidos.

O Corinthians diz que essa dívida será incluída no financiamento total, que começará a ser pago quando o estádio estiver funcionando ou quando os direitos sobre seu nome forem vendidos.

O risco de atraso na entrega da arena também é previsto no acordo entre as partes. Se o prazo estourar mais do que 90 dias, a Odebrecht terá de pagar ao Corinthians R$ 100 mil por dia de atraso.

(grifos nossos)

Comentário

A previsão inicial da obra do Itaquerão era de R$ 600 milhões:

  • Em março de 2011, o Estadão noticia o primeiro aumento na estimativa: o estádio custaria R$ 720 mi – e a retirada dos dutos da Transpetro sairia por R$ 2,2 mi, e não 10;
  • Em julho de 2011, o Corinthians divulga o seu “valor oficial”: R$ 820 mi;
  • Em maio de 2012, o portal UOL já chegava em um número próximo dos 10 dígitos, somando os gastos extras não previstos no contrato.

Conheçam o novo estádio da Juventus (ITA), inaugurado há aproximadamente um ano ao custo de 105 milhões de euros – ou cerca de R$ 250 milhões (clique nas imagens para ampliar):

Fontes: Dexigner.com e Architectism.com

compartilhe

Tópicos , , ,

2 Comentários

  1. giovani24 de outubro de 2012 às 14:30

    E aqui em Curitiba estão fazendo o maior barulho porque o Atlético vai receber cento e quarenta milhões.

    Afoga coxarada…

  2. Márcio22 de outubro de 2012 às 07:09

    Pelo menos o Itaquerão ainda está mais barato do que a cidade da música no Rio.

Publicidade

Enquete

Quem você acha que Lula indicaria hoje para o STF?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Publicidade